A Budegueira

Artisticamente…

Polliana Araújo é estudante de Jornalismo e inquieta. Nasceu em outubro de 1987 e de lá até aqui não conquistou prêmios, nem grandes quantias de dinheiro, nem fama.

Mas também não quer. Só busca o suficiente para budegar com dignidade, ou seja, ter dinheiro sobrando para comprar livros e discos, ir ao cinema todo dia, dar uma vida melhor para a família e se filiar ao Greenpeace.

Gosta de um bom papo de ônibus, lugar onde passa a maior parte do tempo. Se desdobra para contar uma boa história e, por isso, dizem que é bem expressiva, por causa dos gestos abertos e tagarelices.

É insone, fica escrevendo pelas madrugadas, e idealista, pois dedica seu tempo, também, à preocupação com o funcionamento do mundo e a tentar melhorar as coisas do jeito que pode.

Profissionalmente…

Polliana Araújo cursa o 6º período Jornalismo pela UFRN e, atualmente, está num período de transição e descobertas acadêmicas, pensando excessivamente no seu TCC (Trabalho de Conclusão de Curso).

Já trabalhou no Departamento de Marketing Digital da Ratts Ratis Comunicação, como gerente de perfis corporativos em Redes Sociais, como o Twitter, por exemplo. Antes disso, era webwriter na Interativa Digital.

Na faculdade, já participou de projetos como a TEC (Televisão Experimental de Comunicação), no qual foi Assessora e Editora de Texto nas edições de 2007 e 2008, respectivamente. Também fez parte do programa Xeque Mate, produzido pelos estudantes de Comunicação Social da UFRN e exibido pela Tv Universitária de Natal. Além disso, foi Repórter de Política da revista Retroperspectiva, um projeto piloto, que mais tarde foi arquivado e, também, do jornal O Periódico do Centro Acadêmico Berilo Wanderley, atualmente projeto de extensão da universidade.

Em paralelo, fez uma matéria especial para o extinto blog de futebol Pimba na Gorduchinha e escreveu para a revista Tá Na Cara!, iniciativa do IFRN, antigo Cefet.

3 pensamentos sobre “A Budegueira

  1. Polliana,

    Gostei bastante do seu sitie, percebe-se que o bom humor está grudado em vc kkkk. E qto ao ” pensando excessivamente no seu TCC (Trabalho de Conclusão de Curso)”, nem me fale disso, pense numa fase aperreada, tbm estou assim….Ô fase! Bjs

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s